15 DE JULHO - 2 DE AGOSTO, 2019. LisboA, portugal

ESCOLA DE VERÃO 2019 - EM TECNOLOGIA DE CESTARIA PORTUGUESA

INSCRIÇÕES ABERTAS De 15 de abril a 13 de maio
A seleção será anunciada no início de junho

 
Basket base collage.JPG
 
 

SUMÁRIO

O Summer Camp de Cestaria Portuguesa tem a duração de duas semanas e meia e vai decorrer no Museu de Arte Popular (MAP) em Lisboa, Portugal. Convidamos todos os estudantes (licenciatura, mestrado ou doutoramento) nas áreas do design, da arquitetura e das artes a explorar cinco técnicas ancestrais de cestaria, criando projectos originais com o apoio de orientadores de design e de cinco mestres-artesãos nacionais.

A ideia é explorar os limites dessas técnicas de uma maneira bonita, inteligente e convincente nos nossos dias.

Os trabalhos resultantes serão incluídos na exposição Um Cento de Cestos a inaugurar em Setembro de 2019.



REQUISITOS

  • Ter mais de 18 anos (à data da candidatura)

  • Ser artesão, designer ou arquiteto com interesse pela produção manual

  • Ser estudante ou licenciado há menos de um ano

  • Ser capaz de aprender e de comunicar em inglês

  • Ter disponibilidade para participar em todas as fases do curso

  • Viver na Europa e estar habilitado a viajar na Europa

Mentores de Design

  • Helena Ambrosio

  • Adrian Krezlik

  • THP

  • Passa Ao Futuro

OBJETIVOS

Trazer inovação para a cestaria artesanal passa por unir jovens, aos mestres-artesãos e contar com o apoio dos mentores de design. A estrutura do Summer Camp promove o desenvolvimento de propostas criativas colaborativas, tirando partido das características estéticas e funcionais dos seguintes materiais de cestaria portugueses: bunho, junça, bracejo, palma e vime.

mindset

É importante reconhecer os artesãos como colaboradores criativos, professores e especialistas que estão envolvidos no processo criativo com os alunos. O Summer Camp é uma oportunidade para que estudantes e artesãos se envolvam  numa experimentação colaborativa.

De forma a garantir que, durante o Summer Camp, os produtos alcançados sejam de excelência, artesãos e estudantes serão acompanhados pelos mentores de design.


CONCLUSÃO

Os estudantes terão a oportunidade de aprender com os mestres-artesãos e os mentores de design, fazer parte de um processo de design colaborativo e ainda explorar uma série de técnicas que irão enriquecer o desenvolvimento da sua produção artística a partir de perspectivas diferentes, resultando numa ampla variedade de inspirações e novas experiências.

Pretende-se que o resultado final seja uma coleção de peças de alta qualidade para apresentar em diferentes exposições.



BOLSA

A Fundação Michelangelo cobrirá viagens, alojamento e refeições aos participantes selecionados.

ONDE

No Museu de Arte Popular em Belém, Lisboa.

CANDIDATA-TE AQUI